Para ver o player e necessário atualizar a versão do seu Flash Player.

Lavagem do Kimarrei: a festa mais tradicional e esperada de Barreiras completa 24 anos

Lavagem do Kimarrei: a festa mais tradicional e esperada de Barreiras completa 24 anos

Publicado em 31/12/2010 às 09:26

Tudo começou como uma grande brincadeira e confraternização entre amigos, e hoje, a Lavagem do Kimarrei, também conhecida como “Lavagem do Cais”, se tornou a festa mais tradicional e esperada de Barreiras e região, sendo também uma prévia do Carnaval da cidade. Realizada todo dia 1º de janeiro, a lavagem é uma divertida forma de começar o ano com o pé direito, banhando o corpo e a alma com muita água, música e alegria. Em 2011, o evento completa 14 anos.

No entanto, conforme o presidente do bloco carnavalesco Kimarrei, Gulla, responsável também pela festa, a lavagem existe há 24 anos, e seu primeiro nome era “Lavagem do Mariana”, na época, o nome de um bar, situado no centro da cidade, em frente a sorveteria Zorzo. A lavagem foi idealizada por Gulla e seus amigos Júnior Rato, Nadilson e Júlio do Mariana.

“Tudo teve início no final da década de 80, com o Torneio da Integração, quando os jovens que estudavam fora de Barreiras vinham passar as férias de final de ano aqui. Então, o clube AABB realizava uma competição entre esses estudantes de fora e os que residiam na cidade, e como o clube era restrito apenas aos sócios, decidimos fazer uma festa de confraternização antes do torneio, no Bar Mariana, com música e muita água para amenizar o calor. Era algo simples, caseiro. Por diversos anos tivemos como atração o grupo local “Os Bocas”, que acabou se tornando o maior sucesso, bem com a lavagem, que foi criando corpo, até se tornar o que conhecemos hoje”, destaca Gulla.

O empresário afirma que devido ao sucesso da Lavagem do Mariana, ele e os amigos idealizadores da festa foram convidados pelo dono do Bar Cais & Porto para realizar o evento no espaço da casa, mais amplo e na beira do rio Grande. “Nossa primeira lavagem no Cais & Porto, foi dentro do bar mesmo, uma festa restrita para 300 pessoas. Mas, como aconteciam todos os anos, o evento crescia sempre um pouco mais. Então, passamos a fazer a lavagem na área externa do bar, com carros pipas, palco maior e mais atrações”, afirma Gulla.

De acordo ainda com ele, a Lavagem do Kimarrei também vem suprindo a lacuna deixada pelo dia 31 de dezembro, já que, em sua opinião, o réveillon de Barreiras sempre foi um tanto “tímido”. Este ano, a festa será na Praça Landulfo Alves, diferente do ano passado, que aconteceu no Cais & Porto. O motivo é que o espaço fica próximo demais a residências, o que termina por incomodar excessivamente moradores, devido ao barulho e o fluxo de pessoas.

Ao longo dos anos, a lavagem cresceu em espaço, estrutura, público, reconhecimento, organização, e também nas atrações que animam os participantes.  Já passaram pelos palcos e trios da festa cantores e bandas famosas como Parangolé, Vixe Mainha, Unskaraí e Elaine Fernandes.

Na 14ª edição do evento, a animação será por conta das bandas soteropolitanas Voa Dois e Leva Nóiz, além de uma banda local que dará início a festa, que começa às 15h. Ano passado o público estimado foi de 2 mil pessoas. Para 2011, a expectativa é de 2.500. O camarote está saindo por R$ 80, já a pista por R$ 40.

São dois trios elétricos, um vai aquecer o público em geral na orla do cais. Em seguida, por volta das 18h, a festa começa no espaço fechado, onde só quem estiver com a camisa do evento terá acesso. “Desde 2008 passamos a disponibilizar um trio para animar a galera na orla do cais, democratizando a festa, onde todos podem participar, estando com a camisa do evento ou não”, diz Gulla.

A Lavagem do Kimarrei conta ainda com diversos bares, carros pipas, banheiros químicos, 15 homens do corpo de bombeiros, ambulância, saída de emergência, 40 policiais militares, quartel general da polícia e seguranças particulares. “A segurança pra gente é algo primordial, é uma festa que todos querem participar, e precisamos zelar por cada um dentro do evento. Por isso, não economizamos nisso”, explica o empresário.

Conforme ocorre todos os anos, entre os dias 29 e 30 de dezembro, todas as camisas do evento esgotam-se, evidenciando assim o sucesso da festa. “Minha mensagem é de que 2011 seja um ano de muita sorte para todos, que cada um comece com o pé direito. A Lavagem do Kimarrei é a nossa contribuição de alegria e paz para que isso aconteça”, finalizou Gulla.

Fonte: Fala Barreiras



Av. Presidente Vargas, 110, Centro | Barreiras- BA | CEP 47.800.000
E-mail: kimarrei@kimarrei.com.br
Fone: 77 3611-3487
© 1988-2012. Bloco Kimarrei. Todos os direitos reservados.